Novas alterações ao código da estrada

A partir do dia 1 de Janeiro de 2014 vão entrar em vigor as novas regras do código da estrada.
Estas novas regras incidem principalmente em três tópicos, condução sobre o efeito do álcool, velocípedes e rotundas.

Algumas destas novas regras são especificações das que haviam anteriormente, ou seja, servem para esclarecer alguns aspectos ambíguos que existiam nas regas antigas.

Transporte de crianças

Todas as crianças com altura inferior a 1.35m devem ser transportadas em cadeiras homologadas para o seu peso e altura.

Taxa de alcoolemia

A partir de 1 de Janeiro a taxa de alcoolemia máxima passa para 0,2 g/l de álcool no sangue para:

  • Recém encartados, carta com menos de 3 anos.
  • Motoristas profissionais
  • Condutores de veículos de socorro
  • Condutores de transporte colectivo de crianças
  • Taxistas
  • Condutores de pessados de passageiros e mercadorias
  • Condutores de veículos que transportem mercadoria perigosa

Velocipedes

Estas novas regras são dirigidas especialmente aos condutores de velocípedes.

O condutor de um veículo motorizado deve manter entre o seu veículo e um velocípede que transite na mesma faixa de rodagem uma distância lateral de pelo menos 1,5 m, para evitar acidentes.

Segundo o artigo 18 podemos ver que numa situação em que um veiculo motorizado circule lado a lado de um velocípede têm de manter uma distancia de 1.5m.
Por exemplo caso esteja a conduzir um ligeiro e queira ultrapassar uma bicicleta terá de o fazer mantendo uma distancia lateral mínima de 1.5m.

Os condutores devem ceder passagem aos velocípedes que atravessem as faixas de rodagem nas passagens assinaladas.

Segundo as modificações ao artigo 23, os condutores devem ceder passagem aos velocipedes que atravessem a faixa de rodagem numa passagem assinalada.
Este tipo de passagens encontra-se frequentemente em zonas de passeios pedonais e perto de ciclovias.

Os velocípedes podem circular paralelamente numa via, exceto em vias com reduzida visibilidade ou sempre que exista intensidade de trânsito, desde que não circulem em paralelo mais que dois velocípedes e tal não cause perigo ou embaraço ao trânsito.

O artigo 90 veio dar a possibilidade de os ciclistas circularem lado a lado, o máximo de dois ciclistas. Mas apenas em casos que não cause perigo ou embaraço para os restantes utilizadores da via.

Rotundas

Também a maneira de circular nas rotudas foi especificado.

1 — Nas rotundas, o condutor deve adotar o seguinte comportamento:
a) Entrar na rotunda após ceder a passagem aos veículos que nela circulam, qualquer que seja a via por onde o façam;
b) Se pretender sair da rotunda na primeira via de saída, deve ocupar a via da direita;
c) Se pretender sair da rotunda por qualquer das outras vias de saída, só deve ocupar a via de trânsito mais à direita após passar a via de saída imediatamente anterior àquela por onde pretende sair, aproximando -se progressivamente desta e mudando de via depois de tomadas as devidas precauções;
d) Sem prejuízo do disposto nas alíneas anteriores, os condutores devem utilizar a via de trânsito mais conveniente ao seu destino.

2 — Os condutores de veículos de tração animal ou de animais, de velocípedes e de automóveis pesados, podem ocupar a via de trânsito mais à direita, sem prejuízo do dever de facultar a saída aos condutores que circulem nos termos da alínea c) do n.º 1.

3 — Quem infringir o disposto nas alíneas b), c) e d) do n.º 1 e no n.º 2 é sancionado com coima de € 60 a € 300

Penso que este assunto ficou explicito no excerto do artigo 14º-A colocado em cima.
Caso não estejam esclarecidos fica aqui uma reportagem da RTP onde é explicado como se deve circular numa rotunda:
http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=706812&tm=8&layout=122&visu...

Regras gerais

É proibida ao condutor, durante a marcha do veículo, a utilização ou o manuseamento de forma continuada de qualquer tipo de equipamento ou aparelho susceptível de prejudicar a condução, designadamente auscultadores sonoros e aparelhos radiotelefónicos.

[...] Os aparelhos dotados de um único auricular ou microfone com sistema de alta voz, cuja utilização não implique manuseamento continuado;

Por estes dois excertos do artigo 84 é evidente que é proibido o uso de qualquer aparelho electrónico que prejudique a condução. Por exemplo, telémoveis, tablets, leitores mp3 etc..

Foi também proibido o uso de auriculares com 2 saídas de som, os típicos auriculares que acompanham os telefones quando são comprados. Devem-se usar auriculares apenas com uma saida de audio, por exemplo os auriculares bluetooth ou um sistema de alta voz.

Recursos

Ficam aqui alguns recursos que podem ser usados com fonte de informação.

O documento que foi publicado no diário da republica:
Diário da Republica

A página da ACP com um breve resumo das alterações:
ACP

Folheto da ANSR com um resumo das alterações:
ANSR

Tags: 

2 Comments

Código 2014

Onde posso encontrar as questões relativas ao codigo versao 2014?

Adicionar novo comentário